Câncer de colo de útero: causas, sintomas e prevenção

O câncer de colo de útero é uma das principais causas de morte entre as mulheres no mundo. Estima-se que, a cada ano, mais de 500 mil mulheres são diagnosticadas com a doença, e cerca de 300 mil acabam falecendo em decorrência dela. Por isso, é importante conhecer as causas, sintomas e prevenção do câncer de colo de útero, para que possamos nos prevenir e cuidar da nossa saúde.

Causas do câncer de colo de útero

O câncer de colo de útero é causado pela infecção persistente pelo papilomavírus humano (HPV). Esse vírus é transmitido principalmente por via sexual, mas também pode ser transmitido de mãe para filho durante o parto. Existem mais de 100 tipos de HPV, mas apenas alguns deles são considerados de alto risco para o desenvolvimento do câncer de colo de útero.

Além do HPV, outros fatores de risco para o câncer de colo de útero incluem o tabagismo, o uso prolongado de contraceptivos hormonais, a imunossupressão e a história de lesões pré-cancerosas ou câncer de colo de útero na família.

Sintomas do câncer de colo de útero

Nos estágios iniciais, o câncer de colo de útero pode não apresentar sintomas. Por isso, é importante fazer exames de rotina, como o Papanicolau, para detectar precocemente a doença. Nos estágios mais avançados, os sintomas podem incluir:

– Sangramento vaginal anormal, como após a relação sexual, entre os períodos menstruais ou após a menopausa;
– Secreção vaginal anormal, como com mau cheiro ou com sangue;
– Dor durante a relação sexual;
– Dor pélvica.

Prevenção do câncer de colo de útero

A prevenção do câncer de colo de útero começa com a vacinação contra o HPV. Existem duas vacinas disponíveis no mercado, que protegem contra os tipos de HPV mais comuns e de alto risco para o câncer de colo de útero. A vacina é indicada para meninas a partir dos 9 anos de idade e para mulheres até os 45 anos.

Além da vacinação, outras medidas de prevenção incluem:

– Fazer exames de rotina, como o Papanicolau, regularmente;
– Usar preservativo em todas as relações sexuais;
– Não fumar;
– Limitar o número de parceiros sexuais;
– Ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos regularmente.

Tratamento do câncer de colo de útero

O tratamento do câncer de colo de útero depende do estágio da doença e de outros fatores, como a idade da paciente e o estado geral de saúde. O tratamento pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou uma combinação dessas modalidades.

É importante lembrar que, quanto mais cedo for diagnosticado o câncer de colo de útero, maiores são as chances de cura. Por isso, é fundamental fazer exames de rotina e estar atenta aos sintomas.

Conclusão

O câncer de colo de útero é uma doença grave, mas que pode ser prevenida e tratada com sucesso, desde que seja detectada precocemente. Para isso, é importante conhecer as causas, sintomas e prevenção do câncer de colo de útero, e adotar hábitos saudáveis que ajudem a reduzir o risco da doença. Cuide da sua saúde e faça exames de rotina regularmente.

Tags: No tags

Comments are closed.