Câncer de Fígado: Sintomas e Tratamentos na Fase Terminal

O câncer de fígado é uma das formas mais letais de câncer, com uma taxa de sobrevivência de apenas 18% a 5 anos após o diagnóstico. Quando a doença atinge a fase terminal, os tratamentos se tornam paliativos, focados em aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Neste artigo, vamos falar sobre os sintomas do câncer de fígado na fase terminal e as opções de tratamento disponíveis.

Sintomas do câncer de fígado na fase terminal

Os sintomas do câncer de fígado na fase terminal podem variar de acordo com a extensão da doença e o estado geral de saúde do paciente. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

– Dor abdominal: a dor no abdômen pode ser constante ou intermitente, e pode ser acompanhada de inchaço e desconforto.
– Perda de peso: a perda de peso é comum em pacientes com câncer de fígado na fase terminal, devido à perda de apetite e aos efeitos colaterais do tratamento.
– Fadiga: a fadiga é um sintoma comum em pacientes com câncer de fígado na fase terminal, devido ao esforço que o corpo faz para combater a doença.
– Icterícia: a icterícia é um sintoma comum em pacientes com câncer de fígado na fase terminal, devido ao acúmulo de bilirrubina no sangue.
– Ascite: a ascite é uma condição em que há acúmulo de líquido na cavidade abdominal, causando inchaço e desconforto.

Tratamentos paliativos para o câncer de fígado na fase terminal

Os tratamentos paliativos para o câncer de fígado na fase terminal têm como objetivo aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Algumas das opções de tratamento disponíveis incluem:

– Analgésicos: os analgésicos são usados para aliviar a dor abdominal e outros sintomas associados ao câncer de fígado na fase terminal.
– Diuréticos: os diuréticos são usados para tratar a ascite, ajudando a remover o excesso de líquido da cavidade abdominal.
– Paracentese: a paracentese é um procedimento em que um médico retira o líquido da cavidade abdominal, aliviando o inchaço e o desconforto.
– Radioterapia: a radioterapia pode ser usada para aliviar a dor abdominal e outros sintomas do câncer de fígado na fase terminal.
– Quimioterapia: a quimioterapia pode ser usada para reduzir o tamanho do tumor e aliviar os sintomas associados ao câncer de fígado na fase terminal.

Cuidados paliativos para o câncer de fígado na fase terminal

Além dos tratamentos médicos, os pacientes com câncer de fígado na fase terminal podem se beneficiar dos cuidados paliativos, que visam melhorar a qualidade de vida e proporcionar conforto emocional e físico. Algumas das opções de cuidados paliativos incluem:

– Cuidados com a pele: é importante manter a pele limpa e hidratada para evitar irritações e infecções.
– Cuidados com a nutrição: é importante manter uma dieta balanceada e rica em nutrientes, mesmo que o apetite esteja comprometido.
– Cuidados com a higiene: é importante manter uma boa higiene pessoal para evitar infecções e desconforto.
– Cuidados com a dor: é importante monitorar a dor e ajustar a medicação de acordo com as necessidades do paciente.
– Cuidados com a família: é importante envolver a família e os amigos no processo de cuidados paliativos, proporcionando suporte emocional e social ao paciente.

Conclusão

O câncer de fígado na fase terminal é uma doença grave e letal, mas existem opções de tratamento e cuidados paliativos que podem melhorar a qualidade de vida do paciente e aliviar seus sintomas. É importante que o paciente receba o suporte adequado de uma equipe médica especializada em cuidados paliativos, além do suporte emocional e social de sua família e amigos. Com o tratamento adequado e os cuidados paliativos necessários, o paciente com câncer de fígado na fase terminal pode viver com mais conforto e dignidade.

Tags: No tags

Comments are closed.