Câncer de mama com metástase na axila: é possível a cura?

O câncer de mama é uma das doenças mais temidas pelas mulheres, mas felizmente, a medicina tem avançado muito no tratamento da doença. Quando o câncer de mama é detectado precocemente, as chances de cura são altas. No entanto, quando a doença já está em estágio avançado e há metástase na axila, a cura pode ser mais difícil. Neste artigo, vamos falar sobre o câncer de mama com metástase na axila e as possibilidades de cura.

O que é o câncer de mama com metástase na axila?

O câncer de mama com metástase na axila é um tipo de câncer de mama que se espalha para os gânglios linfáticos na axila. Isso significa que as células cancerígenas se espalharam para outras partes do corpo além da mama, o que pode tornar o tratamento mais difícil.

As células cancerígenas podem se espalhar para os gânglios linfáticos da axila através do sistema linfático. O sistema linfático é uma rede de vasos e gânglios que ajuda a combater infecções e doenças. Quando as células cancerígenas entram no sistema linfático, elas podem se espalhar para outras partes do corpo.

Sintomas do câncer de mama com metástase na axila

Alguns dos sintomas do câncer de mama com metástase na axila incluem:

– Inchaço na axila
– Dor na axila
– Sensação de peso na axila
– Pele da axila esticada ou brilhante
– Caroço na axila

É importante lembrar que nem todas as mulheres com câncer de mama com metástase na axila apresentam sintomas. Por isso, é muito importante realizar exames de rotina e fazer o autoexame da mama regularmente.

Tratamento do câncer de mama com metástase na axila

O tratamento do câncer de mama com metástase na axila depende do estágio da doença e do tipo de câncer. Alguns dos tratamentos mais comuns incluem:

– Cirurgia: a cirurgia pode ser utilizada para remover o câncer de mama e os gânglios linfáticos afetados. Em alguns casos, a cirurgia pode ser seguida por radioterapia ou quimioterapia.
– Radioterapia: a radioterapia utiliza radiação para matar as células cancerígenas. Ela pode ser utilizada após a cirurgia para remover o câncer de mama e os gânglios linfáticos afetados.
– Quimioterapia: a quimioterapia utiliza medicamentos para matar as células cancerígenas. Ela pode ser utilizada antes ou após a cirurgia para remover o câncer de mama e os gânglios linfáticos afetados.
– Terapia hormonal: a terapia hormonal é utilizada para tratar o câncer de mama que é sensível aos hormônios. Ela pode ser utilizada após a cirurgia para remover o câncer de mama e os gânglios linfáticos afetados.

Cura do câncer de mama com metástase na axila

Infelizmente, não há uma resposta simples para a pergunta se o câncer de mama com metástase na axila tem cura. A cura depende do estágio da doença, do tipo de câncer e do tratamento utilizado.

No entanto, é importante lembrar que muitas mulheres com câncer de mama com metástase na axila vivem por muitos anos após o diagnóstico. O tratamento pode ajudar a controlar os sintomas e a prolongar a vida.

Além disso, é importante lembrar que a detecção precoce é fundamental para aumentar as chances de cura do câncer de mama. Por isso, é fundamental realizar exames de rotina e fazer o autoexame da mama regularmente.

Conclusão

O câncer de mama com metástase na axila é uma doença séria, mas o tratamento pode ajudar a controlar os sintomas e a prolongar a vida. A cura depende do estágio da doença, do tipo de câncer e do tratamento utilizado. Por isso, é fundamental realizar exames de rotina e fazer o autoexame da mama regularmente para detectar o câncer de mama precocemente. Se você tiver alguma dúvida sobre o câncer de mama com metástase na axila, consulte um médico.

Tags: No tags

Comments are closed.