Câncer de Ovário: Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

O câncer de ovário é uma das doenças mais difíceis de diagnosticar precocemente. Isso ocorre porque os sintomas iniciais são vagos e podem ser confundidos com outras condições. No entanto, é importante estar ciente dos sinais para que o diagnóstico possa ser feito o mais cedo possível. Neste artigo, discutiremos os sintomas do câncer de ovário, como é feito o diagnóstico e as opções de tratamento disponíveis.

Sintomas do câncer de ovário

Os sintomas do câncer de ovário podem variar de pessoa para pessoa, mas alguns dos mais comuns incluem:

– Dor ou desconforto na região pélvica
– Inchaço abdominal persistente
– Perda de apetite
– Sensação de saciedade precoce durante as refeições
– Náusea e vômito
– Alterações no ciclo menstrual
– Dor durante a relação sexual
– Dor lombar
– Fadiga constante

Se você apresentar esses sintomas por mais de duas semanas, é importante procurar um médico imediatamente. Lembre-se de que esses sintomas podem ser causados por outras condições de saúde, mas é importante fazer uma avaliação médica para descartar o câncer de ovário.

Diagnóstico do câncer de ovário

O diagnóstico do câncer de ovário começa com uma avaliação médica detalhada. Seu médico fará perguntas sobre seus sintomas e histórico médico e realizará um exame pélvico. Se houver suspeita de câncer de ovário, seu médico pode pedir uma série de exames, incluindo:

– Ultrassonografia pélvica
– Tomografia computadorizada (TC)
– Ressonância magnética (RM)
– Exame de sangue CA-125

O exame de sangue CA-125 verifica a presença de uma proteína produzida por células cancerosas do ovário. No entanto, nem todas as mulheres com câncer de ovário têm níveis elevados de CA-125, e algumas mulheres sem câncer de ovário têm níveis elevados de CA-125. Por esse motivo, o exame de sangue CA-125 é usado em conjunto com outros exames para diagnosticar o câncer de ovário.

Tratamento do câncer de ovário

O tratamento do câncer de ovário depende do estágio do câncer e da saúde geral da paciente. As opções de tratamento incluem:

– Cirurgia: A cirurgia é geralmente o primeiro passo no tratamento do câncer de ovário. O objetivo da cirurgia é remover o máximo possível de tecido canceroso. Em alguns casos, pode ser necessário remover um ou ambos os ovários, bem como o útero e as trompas de falópio.
– Quimioterapia: A quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para matar células cancerosas. A quimioterapia pode ser administrada antes ou após a cirurgia.
– Radioterapia: A radioterapia é um tratamento que utiliza radiação para matar células cancerosas. A radioterapia é geralmente usada em conjunto com a cirurgia ou a quimioterapia.

Prevenção do câncer de ovário

Não há uma maneira garantida de prevenir o câncer de ovário, mas há algumas coisas que você pode fazer para reduzir o risco:

– Tome pílulas anticoncepcionais: Tomar pílulas anticoncepcionais por cinco anos ou mais reduz o risco de câncer de ovário em cerca de 50%.
– Tenha filhos: Ter filhos reduz o risco de câncer de ovário.
– Amamente: Amamentar reduz o risco de câncer de ovário.
– Faça exames regulares: Faça exames pélvicos regulares para detectar quaisquer alterações em seus ovários.

Conclusão

O câncer de ovário é uma doença grave que pode ser difícil de diagnosticar precocemente. No entanto, estar ciente dos sintomas e fazer exames regulares pode ajudar a detectar o câncer de ovário o mais cedo possível. Se você apresentar sintomas persistentes, procure um médico imediatamente. O tratamento do câncer de ovário depende do estágio do câncer e da saúde geral da paciente, mas as opções incluem cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Lembre-se de que não há uma maneira garantida de prevenir o câncer de ovário, mas há coisas que você pode fazer para reduzir o risco.

Tags: No tags

Comments are closed.