Câncer na tireoide: causas, diagnóstico e tratamento

A tireoide é uma pequena glândula em forma de borboleta localizada na parte inferior do pescoço, responsável por produzir hormônios que regulam o metabolismo do corpo. Infelizmente, como acontece com qualquer outra parte do corpo, a tireoide pode ser afetada pelo câncer.

O câncer na tireoide é relativamente raro, mas a sua incidência tem aumentado nos últimos anos. Felizmente, a maioria dos casos é tratável e a cura é possível se detectado precocemente. Neste artigo, vamos discutir as causas, diagnóstico e tratamento do câncer na tireoide.

Causas do câncer na tireoide

A causa exata do câncer na tireoide ainda é desconhecida, mas existem alguns fatores que podem aumentar o risco de desenvolvê-lo. Os principais fatores de risco incluem:

– Sexo feminino: as mulheres são mais propensas a desenvolver câncer de tireoide do que os homens.
– Idade: o câncer de tireoide é mais comum em pessoas com mais de 40 anos.
– Exposição à radiação: a exposição à radiação na cabeça e pescoço antes dos 20 anos aumenta o risco de câncer na tireoide.
– Histórico familiar: ter parentes próximos com câncer de tireoide aumenta o risco de desenvolver a doença.

Diagnóstico do câncer na tireoide

O diagnóstico do câncer na tireoide começa com um exame físico e uma análise do histórico médico do paciente. O médico pode solicitar exames de imagem, como ultrassom da tireoide, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, para avaliar o tamanho e a aparência da glândula.

Um exame de sangue também pode ser solicitado para verificar os níveis de hormônios da tireoide. Se houver suspeita de câncer, uma biópsia da tireoide pode ser realizada para coletar amostras de tecido para análise.

Tratamento do câncer na tireoide

O tratamento do câncer na tireoide depende do tipo e estágio do câncer. Os principais tratamentos incluem:

– Cirurgia: a cirurgia é o tratamento mais comum para o câncer de tireoide e envolve a remoção da glândula ou de parte dela. Em alguns casos, os linfonodos do pescoço também podem ser removidos.
– Radioterapia: a radioterapia usa raios de alta energia para destruir as células cancerígenas e pode ser usada após a cirurgia para matar as células restantes ou como tratamento principal em casos avançados.
– Terapia com iodo radioativo: em alguns casos, uma dose de iodo radioativo pode ser administrada após a cirurgia para destruir as células cancerígenas remanescentes.
– Hormônio tireoidiano: após a cirurgia, pode ser necessário tomar hormônio tireoidiano sintético para substituir os hormônios produzidos naturalmente pela glândula.

Conclusão

O câncer na tireoide é uma condição séria, mas tratável se detectado precocemente. É importante estar ciente dos fatores de risco e fazer exames regulares para detectar qualquer anormalidade na tireoide. Se você notar algum nódulo ou inchaço no pescoço, procure um médico imediatamente.

Lembre-se de que o tratamento do câncer na tireoide pode variar de acordo com cada caso e, portanto, é importante consultar um médico especialista que possa avaliar o seu caso individualmente. Com o tratamento adequado, muitos pacientes com câncer de tireoide podem levar uma vida saudável e ativa.

Tags: No tags

Comments are closed.