Câncer no colo do útero estágio 3: entenda a doença e as possibilidades de cura

O câncer no colo do útero é um dos tipos mais comuns de câncer em mulheres. Quando a doença é diagnosticada em estágio 3, significa que o tumor se espalhou além do colo do útero, mas ainda não atingiu outras partes do corpo. Nesse estágio, a cura é possível, mas o tratamento é mais complexo e exige uma abordagem multidisciplinar. Neste artigo, vamos explicar o que é o câncer no colo do útero estágio 3, quais são as opções de tratamento e as chances de cura.

O que é o câncer no colo do útero estágio 3?

O câncer no colo do útero é causado pelo vírus HPV, que pode ser transmitido através do contato sexual. Quando as células do colo do útero começam a crescer de forma anormal, formando um tumor, estamos diante do câncer no colo do útero.

O estágio 3 é um dos estágios mais avançados da doença, mas ainda não é considerado metastático, ou seja, o câncer ainda não se espalhou para outras partes do corpo além do colo do útero. O câncer no colo do útero estágio 3 é dividido em duas subcategorias:

Estágio 3A: o tumor se espalhou para a parte inferior da vagina, mas não atingiu a parede pélvica ou os órgãos vizinhos.

Estágio 3B: o tumor se espalhou para a parede pélvica ou os órgãos vizinhos, como a bexiga ou o reto.

Quais são os sintomas do câncer no colo do útero estágio 3?

Os sintomas do câncer no colo do útero podem variar dependendo do estágio da doença. No estágio 3, é comum que as mulheres apresentem os seguintes sintomas:

– Dor durante a relação sexual

– Dor na região pélvica

– Sangramento vaginal fora do período menstrual

– Descarga vaginal com odor desagradável

– Dor ao urinar

– Incontinência urinária ou fecal

– Perda de peso não intencional

É importante ressaltar que muitas mulheres com câncer no colo do útero estágio 3 não apresentam sintomas. Por isso, é fundamental realizar exames de rotina, como o Papanicolau e a colposcopia, para detectar precocemente a doença.

Quais são as opções de tratamento para o câncer no colo do útero estágio 3?

O tratamento para o câncer no colo do útero estágio 3 depende do estágio da doença e da saúde geral da paciente. As opções de tratamento podem incluir:

– Cirurgia: a cirurgia pode ser realizada para remover o tumor e os órgãos afetados, como o colo do útero, a vagina, a bexiga ou o reto.

– Radioterapia: a radioterapia é um tratamento que utiliza radiação para destruir as células cancerosas. Pode ser realizada antes ou depois da cirurgia.

– Quimioterapia: a quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células cancerosas. Pode ser realizada antes ou depois da cirurgia.

– Terapia alvo: a terapia alvo é um tratamento que utiliza medicamentos específicos para atacar as células cancerosas.

– Imunoterapia: a imunoterapia é um tratamento que utiliza o sistema imunológico do corpo para destruir as células cancerosas.

É comum que o tratamento para o câncer no colo do útero estágio 3 seja uma combinação dessas opções. O objetivo é eliminar o máximo possível de células cancerosas e evitar que o tumor volte a crescer.

Câncer no colo do útero estágio 3 tem cura?

Sim, o câncer no colo do útero estágio 3 tem cura. No entanto, as chances de cura dependem do estágio da doença, da saúde geral da paciente e do sucesso do tratamento.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a taxa de sobrevida em cinco anos para mulheres com câncer no colo do útero estágio 3 varia de 40% a 60%. Ou seja, entre quatro e seis mulheres em cada dez conseguem sobreviver à doença por pelo menos cinco anos após o diagnóstico.

É importante ressaltar que a sobrevida em cinco anos não significa que a paciente ficará livre do câncer para sempre. É possível que o câncer volte a crescer após esse período, por isso é fundamental que a paciente continue fazendo exames de rotina para detectar precocemente qualquer recidiva.

Conclusão

O câncer no colo do útero estágio 3 é uma doença grave, mas a cura é possível. O tratamento inclui a cirurgia, a radioterapia, a quimioterapia, a terapia alvo e a imunoterapia, dependendo do estágio da doença e da saúde geral da paciente. As chances de cura variam de 40% a 60%, de acordo com o INCA. Por isso, é fundamental que as mulheres façam exames de rotina para detectar precocemente o câncer no colo do útero e iniciem o tratamento o mais cedo possível.

Links internos:

– Exames de rotina para a saúde da mulher

– O que é o HPV e como prevenir

– Como lidar com o diagnóstico de câncer

Links externos:

– INCA – Câncer do colo do útero

– American Cancer Society – Cervical Cancer Stages

– Mayo Clinic – Cervical Cancer Treatment

Palavras-chave: câncer no colo do útero, estágio 3, tratamento, cura.

Tags: No tags

Comments are closed.