Cisto na mama: entenda se pode virar câncer

Os cistos são formações comuns nas mamas das mulheres. Eles são pequenos sacos com líquido que podem ser detectados tanto por meio do autoexame quanto durante uma mamografia. Apesar de serem benignos, muitas mulheres se perguntam se um cisto na mama pode virar câncer. Neste artigo, vamos entender mais sobre o assunto e esclarecer as principais dúvidas.

O que é um cisto na mama?

Um cisto na mama é uma formação benigna, ou seja, não cancerígena. Ele é uma saco preenchido com líquido que se desenvolve dentro do tecido mamário. Geralmente, é possível sentir um nódulo quando se toca a mama, e ele pode ser detectado por meio de uma mamografia.

Os cistos mamários são mais comuns em mulheres com mais de 40 anos, mas podem ocorrer em qualquer idade. Eles são causados pelo acúmulo de líquido em um dos lobos da mama e podem ser únicos ou múltiplos.

Sintomas do cisto na mama

Os cistos mamários não costumam apresentar sintomas, mas algumas mulheres podem sentir dor ou desconforto na mama afetada. Em alguns casos, o cisto pode aumentar de tamanho durante o período menstrual, quando os níveis hormonais estão mais altos.

Como o cisto na mama é diagnosticado?

O diagnóstico do cisto na mama é feito por meio de uma mamografia ou ultrassonografia. Durante esses exames, o médico pode identificar a presença do cisto e avaliar se ele é sólido ou líquido. Em alguns casos, pode ser necessário fazer uma biópsia para confirmar o diagnóstico.

Cisto na mama pode virar câncer?

A resposta é não. Os cistos mamários são formações benignas e não têm relação com o câncer de mama. No entanto, é importante ressaltar que mulheres com cistos mamários têm mais chances de desenvolver o câncer de mama do que mulheres que não têm cistos.

Isso acontece porque o cisto pode mascarar um tumor durante uma mamografia, dificultando o diagnóstico precoce do câncer de mama. Por isso, é importante que mulheres com cistos mamários façam exames de acompanhamento regularmente para monitorar a saúde das mamas.

Tratamento para cisto na mama

A maioria dos cistos mamários não requer tratamento, já que eles não são cancerígenos. No entanto, se o cisto está causando desconforto ou dor, o médico pode recomendar a drenagem do líquido com uma agulha fina. Esse procedimento é chamado de aspiração do cisto e é feito em consultório médico.

Em alguns casos, o médico pode recomendar a remoção do cisto por meio de cirurgia. Isso pode ser necessário se o cisto for grande, causar dor ou se o médico suspeitar que há algo mais sério em jogo.

Prevenção do câncer de mama

Apesar de o cisto na mama não ser um fator de risco para o câncer de mama, é importante que as mulheres adotem medidas preventivas para manter a saúde das mamas. Algumas dicas incluem:

– Realizar o autoexame das mamas mensalmente;
– Fazer mamografias regularmente a partir dos 40 anos de idade;
– Manter uma alimentação saudável e equilibrada;
– Praticar atividades físicas regularmente;
– Evitar o consumo de álcool e tabaco.

Conclusão

Em resumo, um cisto na mama não pode virar câncer. No entanto, é importante que mulheres com cistos mamários façam exames de acompanhamento regularmente para monitorar a saúde das mamas e garantir um diagnóstico precoce caso haja alguma alteração. Além disso, adotar medidas preventivas de saúde é fundamental para manter a saúde das mamas e prevenir o câncer de mama.

Tags: No tags

Comments are closed.