Depoimento de quem fez cirurgia de endometriose profunda: minha jornada para melhorar minha qualidade de vida

A endometriose é uma doença que afeta muitas mulheres em todo o mundo, causando dor e desconforto durante o período menstrual e em outras situações. Quando diagnosticada com endometriose profunda, é comum que as pacientes sejam encaminhadas para a cirurgia como uma das opções de tratamento. Neste artigo, você encontrará o depoimento de uma mulher que passou por essa experiência, compartilhando seus medos, dúvidas e resultados após o procedimento.

Minha jornada com a endometriose profunda

Eu fui diagnosticada com endometriose profunda após anos sofrendo com cólicas menstruais intensas, dores durante a relação sexual e dificuldade para engravidar. Foi um alívio finalmente saber o que estava causando todos esses sintomas, mas também um choque perceber que eu teria que lidar com essa condição pelo resto da minha vida.

Meu médico me explicou que existem diferentes formas de tratamento para a endometriose profunda, mas que a cirurgia era uma das opções mais eficazes para reduzir a dor e melhorar a qualidade de vida. Confesso que fiquei um pouco assustada com a ideia de fazer uma cirurgia, mas sabia que era algo necessário para melhorar minha saúde.

Antes da cirurgia, passei por uma série de exames e consultas para avaliar meu estado geral de saúde e garantir que eu estivesse apta para o procedimento. Também participei de uma reunião com outros pacientes que haviam passado pela mesma cirurgia, o que me ajudou a entender melhor o que estava por vir e a me preparar emocionalmente para a experiência.

A cirurgia de endometriose profunda

A cirurgia de endometriose profunda é um procedimento delicado que envolve a remoção de tecido endometrial que cresceu fora do útero, causando inflamação e dor. A cirurgia pode ser realizada por laparoscopia ou laparotomia, dependendo do tamanho e localização dos implantes de endometriose.

No meu caso, a cirurgia foi realizada por laparoscopia, o que significa que foram feitos pequenos cortes na minha barriga para que o médico pudesse inserir os instrumentos necessários para a remoção do tecido endometrial. A cirurgia durou cerca de duas horas e, após a conclusão do procedimento, fui levada para a sala de recuperação.

A recuperação pós-cirúrgica

A recuperação pós-cirúrgica foi um dos momentos mais difíceis da minha jornada, mas também um dos mais gratificantes. Eu tive que ficar no hospital por alguns dias para me recuperar da anestesia e monitorar minha saúde, mas depois fui liberada para voltar para casa.

Durante as primeiras semanas após a cirurgia, eu senti muita dor e desconforto. Foi difícil me movimentar e fazer as atividades básicas do dia a dia, mas aos poucos fui me adaptando e me recuperando. Recebi acompanhamento médico e fiz fisioterapia para me ajudar a recuperar minha força e mobilidade.

Os resultados da cirurgia

Após a cirurgia, eu senti uma melhora significativa nos sintomas da endometriose profunda. As cólicas menstruais e dores durante a relação sexual diminuíram consideravelmente, e eu senti uma melhora na minha qualidade de vida geral. Eu também consegui engravidar naturalmente alguns meses após a cirurgia, o que foi uma grande alegria para mim e meu marido.

Hoje, alguns anos após a cirurgia, eu me sinto muito mais saudável e feliz. Ainda tenho que lidar com alguns sintomas da endometriose de vez em quando, mas no geral me sinto muito mais capaz de aproveitar a vida e fazer as coisas que gosto.

Conclusão

Se você está considerando a cirurgia de endometriose profunda como uma opção de tratamento, espero que meu depoimento tenha sido útil para você entender melhor o processo e os resultados possíveis. É uma jornada difícil, mas também muito gratificante, e pode melhorar significativamente sua qualidade de vida. Lembre-se de conversar com seu médico e se preparar emocionalmente para a experiência, e tenha fé que tudo ficará bem.

Tags: No tags

Comments are closed.