Depois de concedido o benefício, quanto tempo para receber auxílio-doença?

Se você está passando por um problema de saúde que o impede de trabalhar, pode ser necessário solicitar o auxílio-doença. Esse benefício é pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e ajuda a garantir uma renda para os trabalhadores que precisam se afastar do emprego por motivos de saúde.

Mas, depois que o benefício é concedido, quanto tempo leva para receber o auxílio-doença? Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o processo de pagamento desse benefício.

O que é o auxílio-doença?

O auxílio-doença é um benefício pago pelo INSS aos trabalhadores que ficam incapacitados de trabalhar por mais de 15 dias consecutivos por causa de uma doença ou acidente. Esse benefício é pago enquanto o trabalhador estiver impossibilitado de trabalhar, com um teto máximo de 120 dias.

Para solicitar o auxílio-doença, o trabalhador deve ter contribuído para a Previdência Social por pelo menos 12 meses. Se a doença ou acidente ocorrer por causa do trabalho, não é necessário cumprir esse período mínimo de contribuição.

Como solicitar o auxílio-doença?

Para solicitar o auxílio-doença, o trabalhador deve agendar um atendimento no INSS pelo telefone 135 ou pelo site do instituto. É necessário levar alguns documentos ao atendimento, como o RG, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência.

Também é necessário apresentar um atestado médico que comprove a incapacidade para o trabalho. O atestado deve ser emitido por um médico registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM) e conter informações sobre a doença ou acidente que está impedindo o trabalhador de trabalhar.

Depois de apresentar todos os documentos, o trabalhador terá que passar por uma perícia médica no INSS. Nessa perícia, um médico avaliará a condição de saúde do trabalhador e decidirá se ele tem direito ao benefício.

Se o benefício for concedido, quanto tempo leva para receber o auxílio-doença?

Depois que o benefício é concedido, o trabalhador receberá o auxílio-doença a partir do 16º dia de afastamento do trabalho. Isso significa que, nos primeiros 15 dias de afastamento, o empregador é responsável por pagar o salário do trabalhador.

O pagamento do auxílio-doença é feito mensalmente e pode ser recebido por até 120 dias. Se a doença ou acidente que causou a incapacidade para o trabalho continuar, o trabalhador pode solicitar a prorrogação do benefício por mais 120 dias.

O valor do auxílio-doença é calculado com base na média dos últimos 12 salários de contribuição do trabalhador. O valor pago pelo INSS é de 91% dessa média, limitado ao teto máximo do benefício, que em 2021 é de R$ 6.433,57.

Quais são os prazos para o pagamento do auxílio-doença?

O INSS tem um prazo máximo de 45 dias para conceder ou negar o auxílio-doença depois que o trabalhador apresenta todos os documentos necessários. Esse prazo pode ser prorrogado por mais 45 dias em casos especiais, como quando é necessário realizar uma nova perícia médica.

Depois que o benefício é concedido, o primeiro pagamento é feito no mês seguinte ao início do afastamento do trabalho. Por exemplo, se o trabalhador começou a receber o auxílio-doença a partir do dia 16 de janeiro, o primeiro pagamento será feito em fevereiro.

Os pagamentos do auxílio-doença são feitos até o quinto dia útil de cada mês, juntamente com os benefícios previdenciários de outros segurados. Se o trabalhador não receber o pagamento dentro desse prazo, é necessário entrar em contato com o INSS para verificar o motivo do atraso.

Conclusão

O auxílio-doença é um benefício importante para os trabalhadores que ficam incapacitados de trabalhar por causa de uma doença ou acidente. Depois que o benefício é concedido, o trabalhador receberá o auxílio-doença a partir do 16º dia de afastamento do trabalho e poderá recebê-lo por até 120 dias.

O INSS tem um prazo máximo de 45 dias para conceder ou negar o auxílio-doença depois que o trabalhador apresenta todos os documentos necessários. Depois que o benefício é concedido, o primeiro pagamento é feito no mês seguinte ao início do afastamento do trabalho e os pagamentos são feitos até o quinto dia útil de cada mês.

Se você precisa solicitar o auxílio-doença, é importante seguir todos os procedimentos corretamente e manter contato com o INSS para garantir o recebimento do benefício. Se tiver alguma dúvida, consulte um advogado especializado em direito previdenciário para obter orientações sobre o processo.

Tags: No tags

Comments are closed.